Cuidados contra a Dengue devem ser reforçados no verão

De janeiro a maio, a transmissão pode ocorrer com maior intensidade.
Programa de Combate à Dengue trabalha na eliminação de focos.

O verão, uma das estações mais esperadas do ano, costuma ser sinônimo de diversão. No entanto, trata-se de um período que requer cuidados em decorrência da chuva irregular e temperatura alta. Para garantir uma saúde pública de qualidade, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Programa Municipal de Combate à Dengue, executa um trabalho continuado, que consiste em visitas domiciliares por parte dos agentes, nas quais são colocadas em práticas as atitudes cabíveis.

Variando de caso a caso, o Programa Municipal de Combate à Dengue trabalha na eliminação de focos, tratamento focal do imóvel, seja do modo químico, isto é, aplicando o larvicida, com o objetivo de eliminar as larvas existentes; seja do modo mecânico, com foco na orientação. São 252 agentes, 38 supervisores de campo e oito supervisores gerais, totalizando uma equipe de 268 profissionais na batalha contra o mosquito Aedes Aegypti.

De janeiro a maio, a transmissão pode ocorrer com maior intensidade. É quando o desenvolvimento do mosquito é mais rápido, assim como a transmissão. Os ovos podem permanecer grudados nos recipientes por 450 dias. Nos seres humanos, a permanência do vírus incubado pode durar de três a quinze dias. Classificada em tipos como Clássica, Hemorrágica e Síndrome de Choque de Dengue, a enfermidade pode levar a óbito. Logo, simples – mas indispensáveis – cuidados devem ser tomados na prevenção desta doença que é conhecida no Brasil desde os tempos de Colônia.

– Usar terra ou emborcar pratinhos usados nas plantas; lavá-los duas vezes por semana com bucha e sabão.

– Guardar pneus em lugares cobertos.

– Desobstruir as calhas, visando o não entupimento das mesmas.

– Limpar os ralos de água pluvial.

– Tampar os recipientes utilizados para armazenamento de água; lavar os baldes duas vezes na semana e quando for trocar a água.

– Fechar qualquer espaço existente nas lavanderias usadas como tanque; mais de 70% dos casos em Aracaju se devem a essa prática.

– Retirar entulhos; desde brinquedos abandonados no quintal até capacetes de motos descartados de maneira irresponsável.

Toda pessoa que apresentar sintomas como febre, dor de cabeça e dor no corpo deve procurar uma unidade básica de saúde.

Fonte: http://g1.globo.com/se/sergipe/noticia/2013/02/cuidados-contra-dengue-devem-ser-reforcados-no-verao.html