Poluição Ambiental

Poluição é a introdução de substâncias ou energia de forma acidental ou intencional no meio ambiente, com consequências negativas para os seres vivos.

A poluição passou a ser mais intensa a partir da Revolução Industrial que culminou no aumento da industrialização e urbanização.

Atualmente, é considerada um grave problema ambiental.

No Brasil, a poluição é enquadrada como crime, através da Lei n.º 6.938/81 do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente), o qual se ocupa da Política Nacional do Meio Ambiente.

Causas

poluição ambiental é qualquer atividade capaz de causar danos ao meio ambiente. É resultado do excesso de liberação de poluentes, matérias ou energia.

Exemplos:

  • O carbono gerado por diversos veículos diariamente, que em contato com o oxigênio, produz dióxido de carbono
  • A utilização de material descartável, que promove produção de lixo em demasia nas nossas casas e inibe a reciclagem
  • A publicidade constante nas ruas ou a quantidade de fios pendurados nos postes
  • A exposição de ruídos cotidianamente – seja o barulho dos carros, seja a televisão alta ou muitas pessoas a falar ao mesmo tempo, os eletro domésticos a funcionar ou campainhas a tocar

Tipos de Poluição

Os agentes que causam a poluição são denominados de poluentes.

De acordo com os seus poluentes, existem os seguintes tipos de poluição:

Poluição da Água

A poluição da água é a contaminação dos recursos hídricos, através da liberação de compostos físicos, químicos e biológicos prejudiciais aos seres vivos.

Ela destrói fontes de alimentos, ocasiona a morte de animais aquáticos e contamina a água potável.

Entre as causas da poluição da água estão:

  • Lançamento de esgoto em ambientes aquáticos
  • Despejo de lixo diretamente no mar, rios ou lagos
  • Vazamento de petróleo decorrente de acidentes marítimos
  • Poluição dos lençóis freáticos com os pesticidas que são levados pela chuva

Leia também:

  • A Importância da Água
  • Rios Poluídos

Poluição do Ar ou Atmosférica

A poluição do ar ou poluição atmosférica é resultado do lançamento de grandes quantidades de gases ou de partículas líquidas ou sólidas na atmosfera.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que a maior parte das populações urbanas do mundo sofre uma exposição média de poluentes no ar bastante superior ao que é considerado aceitável.

Considera-se como razoável, 20 microgramas de poluentes por metro cúbico. Em São Paulo, por exemplo, essa média é de 38 microgramas por metro cúbico.

Uma peculiaridade da poluição atmosférica é que pode ameaçar o ambiente em uma escala global. Isso se deve a circulação de gases na atmosfera que se estende muito além das fontes de poluição.

Entre as causas da poluição do ar estão:

  • Excesso de liberação de ácido nítrico, dióxido de carbono e monóxido de carbono, dióxido de enxofre e dióxido de nitrogênio, entre outros. Em decorrência da atividade das indústrias, veículos e incineração de lixo
  • Vulcões
  • Desmatamento
  • Queimadas

Os problemas ambientais ocasionados pela poluição do ar são o efeito estufa e a chuva ácida.

Entre as doenças causadas pela poluição do ar estão o câncer, doenças respiratórias e alergias, doenças nos olhos.

Poluição Térmica

A poluição térmica é a liberação de água aquecida para os ambientes aquáticos. Essa situação é nociva para as espécies que são intoleráveis a mudanças de temperatura.

É um tipo de poluição menos conhecida. Resulta da alteração da temperatura do ar e da água utilizada sobretudo pelas usinas hidroelétricas, termoelétricas e nucleares.

O aquecimento das águas provoca ainda redução da concentração de gás oxigênio disponível para os organismos aquáticos.

Poluição do Solo

A poluição do solo corresponde a qualquer mudança em sua natureza, causada pelo contato com produtos químicos, resíduos sólidos e líquidos.

Essa situação torna o solo improdutível e ocasiona a morte dos seres vivos que dele dependem.

São causas da poluição do solo:

  • Liberação de poluentes no solo como: solventes, detergentes, lâmpadas fluorescentes, componentes eletrônicos, tintas, gasolina, diesel, óleos automotivos e chumbo
  • Despejo de lixo doméstico, resíduos de atividades industriais e esgoto diretamente no solo

Poluição Visual

A poluição visual é característica de áreas urbanas e consiste no excesso de placas, postes, outdoors, banners, cartazes e veículos de anúncios.

Além disso, inclui a degradação urbana fruto das pichações, excesso de fios de eletricidade e acúmulo de resíduos.

Esse tipo de poluição causa um certo desconforto visual, estresse e modifica a paisagem da cidade. Pode até mesmo causar acidentes de trânsito, ao distrair os motoristas ou esconder sinalizações.

Entre as causas da poluição visual estão a cultura de estímulo ao consumismo e o excesso de campanhas publicitárias nos centros urbanos.

Poluição Sonora

A poluição sonora é o excesso de ruídos que afeta a saúde física e mental da população.

É causada pelo barulho excessivo de indústrias, meios de transportes, obras, aparelhos de som, entre outras atividades.

Para alguns ambientalistas, é considerada a forma de poluição mais prejudicial à saúde humana. Isso porque causa problemas auditivos, dor de cabeça, insônia, agitação e dificuldade de concentração.

Poluição Radioativa

A poluição radiativa ou nuclear designa a poluição gerada pela radiação.

A radiação é um fenômeno químico que pode ter uma fonte natural ou criada pelo homem.

A poluição radioativa surge pela energia nuclear ou atômica produzida pelas usinas nucleares. O tipo de lixo gerado é chamado de lixo radioativo ou nuclear.

É considerada como o tipo de poluição mais perigosa do mundo, devido aos efeitos que pode originar.

Entre as principais consequências para o ser humano estão:

  • Deformidades crônicas
  • Problemas respiratórios e de circulação
  • Envenenamento
  • Diversos tipos de câncer
  • Perturbações mentais
  • Infecções
  • Hemorragias
  • Leucemia

Para o meio ambiente pode contaminar uma grande área e afetar os seres vivos existentes.

Consequências

As consequências do meio ambiente poluído são causas de grande preocupação, tanto para a conservação da biodiversidade, como para o bem-estar dos seres vivos.

A poluição pode acarretar em problemas patológicos, destruição ambiental e alterações climáticas.

Exemplos:

  • Doenças e problemas respiratórios e de pele, alergias, doenças nos olhos, hepatite, micose, diarreia, otite, surdez
  • Má formação de feto
  • Estresse
  • Destruição da camada de ozônio
  • Morte de animais e plantas
  • Camada de fumaça encobrindo as cidades

Soluções

Para cada tipo de poluição, existe uma solução possível.

É preciso pensar em cada um deles a fim de desenhar um plano de resolução, mas o ponto de partida é a sensibilização para o problema e empenho de toda a sociedade. Cada setor pode desempenhar ações para evitar episódios de poluição.

Exemplos:

  • Evitar o desperdício e, consequente acumulação de lixo
  • Optar por material bio degradável
  • Reciclagem
  • Utilizar protetores de ouvidos em algumas profissões
  • Fazer a manutenção dos carros
  • Promover a educação ambiental
  • Utilizar transportes públicos, deslocar-se de bicicleta ou caminhar
  • Jogar o lixo eletrônico em locais apropriados
  • Tratamento do esgoto
  • Elaboração de políticas voltadas ao enfrentamento dos problemas ambientais